Cervicalgia

 

 

 

     Cervicalgia caracteriza-se como uma dor localizada nas vértebras cervicais, mais precisamente na região posterior do pescoço podendo se estender até a região escapular e pode ser dividida em duas categorias:

 

       • Crônica (pode durar várias semanas); 

       • Aguda (quando dura alguns dias).

 

    É uma patologia que afeta milhares brasileiros por dia, podendo levar ao afastamento do indivíduo de suas atividades rotineiras, ela atinge muito mais as mulheres do que os homens. A região cervical possui grande mobilidade, tornando-a susceptível a lesões mecânicas.

 

   Entre as causas para #cervicalgia podemos citar: hérnia de disco cervical, estenose cervical, doença degenerativa do disco, lesão em chicote, infecções, tumores e fraturas, entre outros. A cervicalgia pode se manifestar na forma de alguns sintomas, podem ser eles:

 

 

              • Dor na nuca que podendo irradiar para os ombros ou braços;

              • Desconforto nos movimentos da cabeça;

              • Dores de cabeça (Cefaleia);

              • Tonturas;

              • Rigidez na nuca;

              • Formigamento no pescoço;

              • Alteração da musculatura na área, com pontos de tensão;

              • Alteração de força, sensibilidade e dormência no braço ligado ao local da cervicalgia.

 

 

         O diagnóstico clínico deve ser feito pelo profissional capacitado. Na Fisioterapia, a avaliação clínica é indispensável para traçar o tratamento, visto que a patologia apresenta-se de modo particular em cada indivíduo. É composta por anamnese, exame físico e análise de exames complementares como Rx, ressonância magnética e tomografia computadorizada.

 

         O tratamento proposto pode ser conservador, que consiste na utilização de medicamentos prescritos pelo médico e Fisioterapia, ou cirúrgico. A Fisioterapia é indicada tanto nos casos agudos como nos crônicos, sempre levando em consideração os sintomas do paciente. Inicialmente podem ser usados alguns recursos para promover o alívio do processo doloroso e relaxamento da musculatura seguido de fortalecimento dos músculos que fornecem suporte a coluna cervical.

 

         Entre as técnicas que a Fisioterapia pode utilizar no tratamento da patologia estão:

 

        ➡ Terapia manual: mobilizações vertebrais, tração cervical; Eletroterapia: ultrassom, eletroestimulação transcutânea (TENS) e outros; Técnicas de liberação miofascial.

                  ➡ Mobilização neural: movimentação dos nervos e raízes nervosas. 

            ➡ Estabilização segmentar cervical: exercícios que pretendem ativar os músculos profundos que fornecem suporte à coluna cervical.

             ➡ Reeducação Postural (RPG): correções posturais para o alinhamento da coluna; Orientações posturais e ergonômicas (ajustes no local de trabalho, como o encosto da cadeira e posição do computador).

 

 

Você sente esse tipo de dor? Quer saber mais sobre o tratamento para Cervicalgia? 

Entre em contato conosco e marque agora uma consulta.

  

 

 

 

Please reload

Fale conosco!

83 3243-7585

83 9 8804-5298

clinicaequilibrio@ymail.com.br

Visite-nos!

Rua João Vieira Carneiro, 931

Bairro dos Estados CEP: 58031-080

João Pessoa/PB

  • White Instagram Icon
© 2019 Equilíbrio Centro de Terapias e Reabilitação - Todos os direitos reservados
Aceitamos os convênios: