DTM - Disfunção da Articulação Temporomandibular

 

DTM – Disfunção da Articulação Temporomandibular

 

Disfunção Temporomandibular ou DTM, é um termo que engloba um grupo de disfunções musculoesqueléticas e neuromusculares que acometem as Articulações Temporomandibulares (ATMs), músculos mastigatórios e todos os tecidos envolvidos.

 

As Articulações Temporomandibulares (ATMs) são as únicas articulações que se movimentam sincronicamente, sendo chamadas de bi articular, pois temos uma de cada lado da face (anterior a cada orelha). É responsável pelos movimentos da nossa boca, como abrir e fechar e também pelo movimento de protrusão, retração e desvio lateral da mandíbula sobre o osso temporal.

 

A ATM é formada pelos côndilos convexos da mandíbula e pela fossa mandibular (fossa glenóide), mandíbula e a maxila que são separadas por um disco (disco articular), e envolvendo essa articulação temos a cápsula articular, ligamentos e os músculos. Durante os movimentos mandibulares, este disco articular amortece os choques, regula os movimentos, estabiliza os côndilos na cavidade e auxilia a lubrificação, pois é nele que ocorre a formação de líquido sinovial que é vital para um boa mobilidade articular.

 

Quando ocorre uma desorganização destas estruturas relacionadas com ATMs, observa-se vários sinais e sintomas que podem vir associados, como:

 

          • Dores na ATM, nos músculos da face e ou cansaço muscular durante a mastigação;

          • Limitação de movimentos mandibulares acompanhado com dores, desvios da mandíbula durante a mastigação;

          • Ruídos ou estalidos na ATM com ou sem dor;

          • Dor de ouvido;

          • Zumbido;

          • Vertigem;

          • Cefaleia;

          • Dores nos dentes, ranger ou apertar os dentes (bruxismo);

          • Dores cervicais e até sintomas autonômicos como, suor, lacrimejamento, tontura e salivação.

 

Apesar de não ter um fator único com características que possa ser diagnosticada a DTM, pois cada pessoa poderá ou não desenvolver a disfunção apesar dos sinais e sintomas estarem presentes é importante enfatizar que ansiedade e depressão tem sido um dos maiores indicadores entre as pessoas acometidas com esta disfunção articular.

 

As lesões podem ser causadas também por movimentos excessivos e repetitivos que fazemos com a boca, hábitos chamados de parafuncionais como mascar chicletes, roer unhas, apoiar o queixo com a mão, morder gelo, canetas e outros objetos. Fatores múltiplos associados como: doenças degenerativas, instabilidade funcional, síndromes dolorosas, alterações genéticas, alterações dentárias, mastigar apenas de um mesmo lado, trauma de face, entre outros.

 

O paciente que apresenta disfunção temporomandibular DTM, deve ser avaliado e tratado por uma equipe multiprofissional e dentistas especializados, Fisioterapeutas, fonoaudiólogos, psicólogos etc. que possam analisar de uma forma integrativa desde a estrutura óssea, muscular, articular, assimetrias e até comportamental, fazendo uso de combinação de equipamentos, técnicas e materiais que podem trazer alívio nas condições sintomatológicas do paciente diminuindo a dor e restabelecendo a função normal de todas as estruturas que compõem a ATM.

 

A conscientização da condição cognitiva comportamental para eliminação desses hábitos, a proteção e tratamento dos dentes e dos músculos para os que apresentam esse distúrbio do movimento, pode ser o ponto de partida para o alívio dos sintomas da disfunção.

 

A atuação da Fisioterapia nas DTMs Academia Americana de Desordens Craniomandibulares reconhece que “a Fisioterapia ajuda a aliviar a dor músculoesquelética e a restaurar a função normal por meio da alteração da entrada sensorial e redução da inflamação, diminuindo, coordenando e fortalecendo a atividade muscular, e promovendo o reparo e regeneração dos tecidos”.

 

O profissional de Fisioterapia pode intervir de maneira positiva utilizando agentes físicos e/ou recursos manuais no tratamento de pacientes com DTM. Os recursos que podem ser utilizados são: a eletroterapia, fototerapia, laser, ultrassom, mobilização de tecidos moles, pompagem e alongamentos.

 

As manobras de terapia manual tais como o relaxamento miofascial, mobilizações, as manipulações articulares e a massoterapia são também um ótimo recurso no tratamento da DTM promovendo a inibição de pontos gatilhos da musculatura e assim reduzindo a sintomatologia álgica. A massagem tem ainda como efeito a sedação, favorece a circulação de retorno, elimina aderências entre as fibras musculares.

 

Dentre as técnicas de tratamentos Fisioterapêuticos a Cinesioterapia através dos diversos tipos de exercícios é de grande valor para o sucesso na recuperação das disfunções da ATM, visando o restabelecimento e manutenção do conforto articular e muscular, aumento da resistência muscular e estabilização das ATMs.

 

O tratamento tem como objetivos reeducação postural global, alongar, fortalecer, promover a propriocepção e a coordenação da ATM e reeducar funcionalmente os componentes músculos esqueléticos do sistema estomatognático.

 

Além dos recursos terapêuticos convencionais o Fisioterapeuta ainda pode utilizar de terapias como a acupuntura. Esse método terapêutico milenar, baseia-se na inserção de agulhas em pontos específicos do corpo a fim de estimular o sistema nervoso central e periférico a liberar substâncias opióides próprias do organismo que vai agir diretamente na dor do indivíduo.

 

A Fisioterapia atua no tratamento de DTM’s com o objetivo de restaurar a amplitude de movimento e diminuição da sintomatologia dolorosa, manter a função da articulação comprometida e dos sistemas neuromusculares adjacentes; visando harmonizar tais sistemas e a oclusão dentária juntamente com os profissionais da odontologia.

 

Para isso, faz uso de uma avaliação minuciosa, englobando o indivíduo como todo, iniciando pela ATM e suas estruturas adjacentes, coluna cervical, cintura escapular, cintura pélvica até os pés, buscando sempre uma melhor harmonia articular e neuromuscular do sistema crâniocervicomandibular e principalmente conscientização dos hábitos diários para que o paciente possa restabelecer seu equilíbrio físico e emocional melhorando assim sua qualidade de vida.

 

 

Quer saber mais sobre o tratamento sa DTM? 

Entre em contato conosco e marque agora uma consulta.

  

 

 

 

Please reload

Fale conosco!

83 3243-7585

83 9 8804-5298

clinicaequilibrio@ymail.com.br

Visite-nos!

Rua João Vieira Carneiro, 931

Bairro dos Estados CEP: 58031-080

João Pessoa/PB

  • White Instagram Icon
© 2019 Equilíbrio Centro de Terapias e Reabilitação - Todos os direitos reservados
Aceitamos os convênios: