Entorse de Tornozelo

 

 

A Entorse de Tornozelo é caracterizada como uma lesão ligamentar, onde pode haver rompimento parcial ou total de ligamentos de sustentação do tornozelo, acontecendo geralmente de forma traumática, devido à uma torção com inversão excessiva do pé (quando o pé vira para fora bruscamente) como também em eversão onde o pé vira para dentro e esse movimento pode levar a um esforço excessivo dos estabilizadores laterais do tornozelo levando a uma distensão destes ligamentos.

 

Isso pode acontecer durante a realização de atividades cotidianas como, usar salto alto, andar em terrenos irregulares, correr ou saltar. A entorse em inversão é o tipo de lesão mais comum representando cerca de 90% das entorses.

 

A torção do tornozelo pode ser de graus diferentes como:

• estiramento ligamentar; 

• lesão ligamentar parcial;

• lesão ligamentar total.

 

No entanto essa classificação pode variar dependendo de quantos ligamentos foram afetados e o tipo da lesão. Diante de uma entrose leve ocorre dor e edema, mas sente-se estável e pode caminhar com pouca dor, enquanto no entorse mais grave pode ocorrer contusões e sensibilidade ao redor do tornozelo e aumento da dor ao caminhar, como também outros sinais e sintomas como:

 

  1. Dor no tornozelo e dificuldade para caminhar ou, até mesmo, colocar o pé no chão;

  2. Inchaço (edema) da parte lateral do pé;

  3. A área pode ficar edemaciada e arroxeada (equimose), sendo comum que o rouxidão surja em horas depois da torção;

  4. Sensibilidade ao tocar na região lateral do tornozelo e do pé;

  5. Pode haver pequena elevação da temperatura no local afetado.

 

Após ser diagnosticado e ter os cuidados médicos adequados onde os exames como por exemplo, raio x e ressonância magnética podem ser utilizadas para descartar fraturas ou lesões associadas. O tratamento fisioterapêutico é traçado após avaliação de cada caso, sendo planejado de forma individual de acordo com a gravidade da lesão.

 

A recuperação do entorse de tornozelo sempre tem bom prognóstico quando o paciente realiza todas as fases do tratamento, pois a reabilitação incompleta é a causa mais frequente de instabilidade crônica do tornozelo e os entorses de repetição podem criar uma sensação de tornozelo inseguro e dor crônica.

 

O objetivo da reabilitação motora neste tipo de lesão é capacitar o indivíduo para retornar as atividades de vida diária, com redução da dor, edema e instabilidade articular. Na Fisioterapia podemos utilizar inicialmente aparelhos que tem a função anti-inflamatória da região afetada, como também analgesia com aplicação de gelo, elevação do membro e manter a proteção articular nos primeiros dias da lesão, exercícios de reabilitação sem resistência para prevenir a rigidez.

 

Com a evolução do tratamento, assim que possa suportar peso sem aumento da dor ou edema serão incluídos exercícios para aumentar a força do tornozelo com fortalecimento muscular, propriocepção e treino desportivos (quando for atleta) que também podem fazer parte do programa de reabilitação motora. E os exercícios na água (piscina) são muito importantes para melhorar a amplitude articular e diminuição do impacto durante o treino de marcha e equilíbrio na água.

 

Na Clínica Equilíbrio temos toda estrutura, equipamentos e ótimos profissionais para ajudar os pacientes com lesões de tornozelo a reabilitar a sua marcha com a pisada normal e os movimentos livres de dor.

 

      

Quer saber mais sobre Entorse de Tornozelo? 

Entre em contato conosco e marque agora uma consulta.

  

 

 

 

Please reload

Fale conosco!

83 3243-7585

83 9 8804-5298

clinicaequilibrio@ymail.com.br

Visite-nos!

Rua João Vieira Carneiro, 931

Bairro dos Estados CEP: 58031-080

João Pessoa/PB

  • White Instagram Icon
© 2019 Equilíbrio Centro de Terapias e Reabilitação - Todos os direitos reservados
Aceitamos os convênios: